USINAS PODEM GERAR ENERGIA ELÉTRICA ATRAVÉS DO SISTEMA FOTOVOLTAICO-FV

Postado por SYLVIO PÉLICO LEITÃO FILHO 15/04/2015 15:18:00 Meio Ambiente
A tecnologia para geração de excedentes de energia elétrica através do uso de células fotovoltaicas está cada vez mais acessível, pode impulsionar investimentos em energia renovável e gerar receitas adicionais nas usinas- Na imagem, a Usina Amanhecer (100 MW), no deserto do Atacama, no Chile

A situação atual do setor de energia elétrica vem trazendo investimentos para as fontes alternativas. Apesar da crise hídrica e dos apagões, investimentos no setor de energia solar se destacam cada vez mais. Uma solução tendenciosa e de grande potencial é a geração de energia através do sistema fotovoltaico, ou seja, energia gerada pelo sol.

Os sistemas fotovoltaicos são capazes de gerar energia elétrica através das células fotovoltaicas. Essas células permitem transformar a radiação solar diretamente em energia elétrica através do ‘efeito fotovoltaico’. O efeito ocorre quando fótons incidem sobre átomos (no caso átomos de silício dopados por Boro e Fósforo – junção pn), provocando a movimentação de elétrons do lado p para o lado n, gerando corrente elétrica contínua.

Com 22 anos de experiência na implantação de projetos industriais em segmentos diversos, com destaque ao sucroenergético, a Reunion poderá auxiliar seus clientes a selecionar, projetar e implantar sistemas FV no setor sucronergético.

Fórum Fotovoltaico (FV) - No começo do ano, o engenheiro e diretor técnico da Reunion, Jorge Luiz Scaff, participou do Fórum Fotovoltaico sobre Energia Solar, em Dracena, SP, juntamente com a engenheira ambiental e sanitarista da empresa Solatio Energia, Fabiana Agostini Preti, com o professor doutor Carlos Alberto Canesin, titular da UNESP – Ilha Solteira e também com o subsecretário de Energias Renováveis do Estado de São Paulo, Milton Flávio Lautenschlager.

Segundo Jorge Scaff, o evento foi um sucesso e teve a participação de mais de 550 pessoas entre representantes de usinas da região e de grandes grupos. “A energia elétrica gerada a partir de FV é a que possui maior espaço para crescimento entre as formas de energia para os próximos 35 anos. Em 2050, a energia elétrica por FV deverá representar mais de 16% da geração da energia mundial. E, novamente, o setor sucronergético poderá contribuir para agregar mais esta solução para a geração de energia”, afirmou Scaff.

Para ele, há muito espaço nas usinas, tais como telhados e áreas degradadas, para sua utilização. “Sem muito esforço pode-se gerar de 1 a 5 MW”, disse o engenheiro.   

Na oportunidade, foi divulgada a instalação de quatro usinas por Fotovoltaica, as quais irão gerar mais de 600 empregos diretos, além das oportunidades de trabalho indiretas e do estímulo ao desenvolvimento na cidade de Dracena e região. A instalação das quatro usinas solares marcará os 70 anos de fundação de Dracena e irá inserir a ‘Cidade Milagre’ no mapa energético mundial.

A empresa espanhola Solatio Gestão de Projetos Solares Ltda venceu o Leilão para Contratação de Energia de Reserva, promovido pelo Ministério de Minas e Energias, em outubro de 2014, e está apta para iniciar as obras de instalação em Dracena das quatro plantas de 30 MW cada uma, totalizando 120 MW.

As usinas serão construídas em uma área de aproximadamente 166 hectares, em Tupi Paulista, SP, e terão capacidade para abastecer, em média, 65 mil residências. Os investimentos previstos são de R$ 600 milhões.

Foram convidados para o Fórum empresários de vários setores do país, empreendedores, profissionais liberais, professores, produtores rurais, políticos, representantes de usinas de açúcar, etanol e energia, dentre outros importantes setores.

Sobre a Reunion Engenharia – Fundada em 17 de junho de 1993, a empresa possui sede em Santana de Parnaíba e filial em Ribeirão Preto, SP. A Reunion Engenharia se destaca pelo número de projetos já realizados, principalmente, no setor sucroenergético, pela busca da redução dos impactos ambientais, priorizando a segurança e pelas ações estratégicas em prol do setor. Entre os Projetos de usinas de açúcar, etanol e indústrias de outros segmentos já implantadas, somam mais de 500 trabalhos em quase todos os Estados do Brasil e, também, em outros países como Alemanha, Austrália, Áustria, Bolívia, Cuba, Estados Unidos, Filipinas, Ilha da Madeira, Índia e Peru. 

Mais Informações:

JSM Comunicação

Jaqueline Stamato Taube

jaqueline.stamato@jsmcomunicacao.com.br

Skype: jaqueline.stamato

(16) 9 9221.2613

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda foi feito, que tal ser o primeiro?




Noticiário Geral