Rural Notícias
 

IMPORTANTE PROTEGER FÊMEAS E LEITÕES

Postado por Sylvio Pélico Leitão Filho 05/12/2019 17:55:03 Geral
Entenda porque imunizar seu plantel é fundamental para melhorar sua produtividade

Chegar a quarto maior produtor e exportador mundial de carne suína não se deu da noite para o dia. Para alcançar este posto, o Brasil passou por um processo longo de desenvolvimento e aperfeiçoamento de toda a cadeia - da produção à comercialização.

O aumento da produtividade está diretamente relacionado a uma boa reprodução. "Vários fatores são fundamentais para garantir isso", explica o médico-veterinário Jovani Finco, Assistente Técnico de Suínos da Zoetis. "Podemos citar alguns destes fatores que determinam a boa reprodução do rebanho - detecção e estímulo do cio, qualidade do sêmen, técnicas de inseminação artificial, seleção e preparo de marrãs e matrizes, nutrição, genética, biosseguridade, manejo e instalações adequadas", explica Finco.

De acordo com o especialista, as principais causas de aborto e falhas reprodutivas durante a gestação de fêmeas suínas estão relacionadas com problemas infecciosos. "Por esse motivo, a vacinação é tão importante", ressalta Finco. "Imunizar as fêmeas é de extrema importância porque além de garantir proteção a elas, atesta também segurança para o bom desenvolvimento gestacional gerando leitões sadios e boa taxa de nascidos vivos", acrescenta o médico-veterinário.

Entre as principais doenças que podem prejudicar a gestação estão a Parvovirose suína, a Erisipela e a Leptospirose.

A Parvovirose suína pode infectar embriões e fetos em diferentes estágios de evolução. Os sinais de falhas reprodutivas podem ser diversos como aborto, reabsorção fetal, leitões fracos, malformados ou natimortos, mumificados, entre outros.

Já a Erisipela é uma zoonose causada pelo agente bacteriano Erysipelothrix rhuseopathie, podendo ser um dos fatores infecciosos direto dos abortamentos, uma enfermidade hemorrágica que provoca lesões cutâneas, articulares, cardíacas, septicemia, e lesões de células espermiogênicas. "A imunização, neste caso, garantirá proteção para a fêmea durante o período gestacional e na fase pós-nascimento para os leitões, que ao mamar o colostro, que possui anticorpos específicos para o Erisipelothrix rhuseopathie, estarão protegidos", explica Finco.

Também transmitida por bactéria, a leptospirose causa abortos, natimortos e fetos mumificados, nascimento de leitões fracos que geralmente não sobrevivem, e abortos, que comumente ocorrem no terço final da gestação.

Os animais são infectados quando entram em contato com alimentos e/ou água contaminados, com urina e fetos abortados de animais portadores. A infecção pode ocorrer por via oral, venérea, pele lesada, por via conjuntiva ou por meio das mucosas. Os roedores são uma frequente fonte de infecção para suínos e humanos, podendo excretar leptospiras vivas pela urina.

Vacinação

"A vacinação é o método de controle específico mais seguro e eficaz de proporcionar a imunidade de um plantel", diz Jovani Finco.

No mercado há cerca de dez anos, Farrowsure® B Gold é a solução da Zoetis indicada para a vacinação de reprodutoras suínas sadias para a prevenção da Parvovirose, da Erisipela e da Leptospirose.

"Para o caso de marrãs, a indicação é de duas aplicações, com intervalo de três a cinco semanas entre as aplicações. Devemos nos atentar ao intervalo mínimo entre a segunda dose e a cobertura, que não deve ser menor do que duas semanas. Já para as matrizes, a imunização deve ser feita em dose única, uma vez a cada ciclo", finaliza Finco.

Sobre a Zoetis

Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com cerca de 9 mil funcionários. Em 2018, obteve faturamento de US$ 5,8 bilhões de dólares. Para outras informações, acesse http://www.zoetis.com.br

Informações:

Interfuse Communications

Ana Caroline Carvalho - anacaroline.carvalho@interfuse.com.br | 11 5090-8820

Silvia Sibalde - silvia.sibalde@interfuse.com.br l 11 5090-8943

Jaqueline Frederes - jaqueline.frederes@interfuse.com.br l 11 5090-8969

Comentários

Nenhum comentário ainda foi feito, que tal ser o primeiro?




Noticiário Geral