A UTILIZAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

Postado por SYLVIO PÉLICO LEITÃO FILHO 06/04/2016 11:33:12 Geral
Atualmente cerca de 67% da energia gerada no Brasil é de origem hidrelétrica

O crescente uso de energias renováveis foi o principal responsável pela estagnação da emissão de CO2 em 2015. Dados da Agência Internacional de Energia divulgados em março indicam que os investimentos em energia limpa, na ordem de U$ 328,9 milhões no último ano, estão surtindo efeito positivo sem precedentes.  Além disso, o Brasil se comprometeu na COP 21, no último ano, a aumentar de 28% para 33% as fontes renováveis de energia até 2030. 

Atualmente cerca de 67% da energia gerada no Brasil é de origem hidrelétrica, porém o setor se mostrou muito vulnerável no ano passado devido à falta de chuvas e beirou um colapso em algumas regiões do País. É preciso, portanto, haver uma maior diversificação da matriz energética, como a geração de energia por biomassa. Nesse sentido, o sorgo se mostra uma alternativa importante devido a sua facilidade de cultivo e crescimento acelerado.

Diferente de outras culturas, o sorgo é uma matéria-prima dedicada à produção de energia e pode ser totalmente aproveitada. Também atua como complemento a outros plantios, como a cana-de-açúcar, já que é possível cultivá-lo nos períodos de entressafra e safrinha.

·         Quais as melhores alternativas que o País dispõe para reduzir emissões de CO2?

·         Quais são os investimentos necessários?

·         Qual a importância de haver diversificação na matriz energética?

·         Por que a biomassa se mostra uma boa alternativa?

·         Quais as vantagens do sorgo em relação às demais matérias-primas?

A Nexsteppe é uma empresa que comercializa sorgo e se dedica ao desenvolvimento pioneiro de matérias-primas sustentáveis para as indústrias de bioenergia, biocombustíveis e bioprodutos.

Mais Informações:

Nathalia Ribeiro

11 2589-0805

11 99512-7764

nathalia@mosaike.com.br

mosaike.com.br

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda foi feito, que tal ser o primeiro?




Noticiário Geral