INICIATIVA 2,4-D CAPACITA 1,4 MIL AGRICULTORES PARA A UTILIZAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS

Postado por Sylvio Pélico Leitão Filho 09/09/2016 15:42:02 Agricultura
Manejo de resistência de plantas daninhas e tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas foram temas de destaque

No primeiro semestre de 2016, a Iniciativa 2,4-D, grupo formado pelas empresas Atanor, Dow AgroSciences e Nufarm para gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, realizou 14 treinamentos para técnicos e produtores rurais, que abordaram o papel das boas práticas agrícolas no combate das plantas daninhas, além da apresentação de aspectos técnicos do 2,4-D, herbicida que tem função importante neste cenário, por conta da baixa probabilidade de desenvolvimento de resistência a seu modo de ação. “O 2,4-D é recomendado para plantas invasoras de folha larga, principalmente as de difícil controle, como Buva, Leiteiro, Picão-preto e Nabiça, que podem representar grandes prejuízos ao agricultor, quando não controladas corretamente”, explica Rubem Silvério, Professor Doutor da Universidade Estadual de Maringá e parceiro da Iniciativa 2,4-D.

O grupo também apoiou eventos sobre tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas, dentro da Campanha Plante Seu Futuro, do Governo do Estado do Paraná, capacitando mais de 600 agricultores. Segundo Nelson Harger, que ministrou os treinamentos e é coordenador da campanha Plante Seu Futuro na área de manejos integrados de pragas e de doenças e coordenador de grãos da Emater, o objetivo é garantir deriva zero nas propriedades da região que fazem parte da campanha. “É possível realizar uma aplicação de qualidade e fazer com que o modelo seja replicado em todo o Estado”, afirma. Outra ação foi a participação de pesquisadores parceiros da Iniciativa 2,4-D em uma mesa redonda no Show Safra BR 163, feira do setor agrícola, em Lucas do Rio Verde (MT), na qual foram debatidas questões importantes sobre o Manejo Integrado de Plantas Daninhas.

A Iniciativa 2,4-D, também promoveu encontros com os comunicadores de Ivaiporã (PR), Ibirubá e Santa Cruz do Sul (RS) em comemoração ao Dia da Imprensa, onde puderem receber informações sobre as boas práticas agrícolas e discutir questões regionais no que se refere ao controle de plantas daninhas resistentes e à utilização correta dos defensivos agrícolas para gerar pautas futuras. “Nosso objetivo é manter constante a interação entre os produtores rurais, formadores de opinião e o meio acadêmico. Por isso, além dos treinamentos presenciais, oferecemos em nosso site um canal direto de comunicação com os pesquisadores para solicitação de dicas e esclarecimentos a todo o momento”, explica Ana Cristina Pinheiro, coordenadora da Iniciativa 2,4-D.

As ações mobilizaram mais de 1,4 mil participantes, que, em contato com os pesquisadores parceiros da Iniciativa 2,4-D, puderam obter conhecimento que contribuirá para o aumento da produtividade e da sustentabilidade nas lavouras. A produtora rural Maria de Lurdes Vilela, que acompanhou o evento em Cândido Mota (SP), afirmou que a palestra foi bem didática e importante para tirar dúvidas. “O 2,4-D é um herbicida que traz resultados muito positivos no controle de plantas daninhas como a Buva e Trapoeraba, que estão presentes em nossa região”, diz. Já o engenheiro agrônomo Rodrigo Duke, que esteve no treinamento de Nonoai (RS), garantiu que o evento é uma ferramenta importante para a quebra de paradigmas. “Encontros como este são fundamentais para levar informação ao produtor para o uso correto de um produto que é essencial para o combate a plantas daninhas de difícil controle”, diz.

Sobre a Iniciativa 2,4-D

A Iniciativa 2,4-D é um grupo formado por representantes das empresas Atanor, Dow AgroSciences e Nufarm, que, com apoio acadêmico, tem como propósito gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, além de apoiar projetos que abordem esta questão, como o Projeto “Acerte o Alvo – evite a deriva na aplicação de agrotóxicos”, realizado no Paraná. O foco é educar o produtor sobre a importância da utilização correta de tecnologias que garantam a qualidade da aplicação dos defensivos agrícolas. O grupo defende que o uso adequado das tecnologias de aplicação e a precaução para evitar a deriva são essenciais para garantir a eficácia e a segurança ambiental na utilização de defensivos agrícolas. A Iniciativa 2,4-D se apresenta como fonte de informação e esclarecimento, que, apoiada por estudos acadêmicos, visa desmistificar o emprego do 2,4-D.

Visite: www.iniciativa24d.com.br

http://mla.com.br/clientes/mla/assinaturas/2013/nomes/mariana.jpg

Mais Informações:

mariana@mla.com.br 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda foi feito, que tal ser o primeiro?




Noticiário Geral